20 Exercícios Simulado sobre Transgênicos com gabarito

 Exercite seu saber em Biologia para o ENEM, fazendo os exercícios abaixo do Simulado sobre Transgênicos com Gabarito.

20 Exercícios Simulado sobre Transgênicos com gabarito

01.  (ENEM) O milho transgênico é produzido a partir da manipulação do milho original, com a transferência, para este, de um gene de interesse retirado de outro organismo de espécie diferente.  A característica de interesse será manifestada em decorrência:
a) do incremento do DNA a partir da duplicação do gene transferido.
b) da transcrição do RNA transportador a partir do gene transferido.
c) da expressão de proteínas sintetizadas a partir do DNA não hibridizado.
d) da síntese de carboidratos a partir da ativação do DNA do milho original.
e) da tradução do RNA mensageiro sintetizado a partir do DNA recombinante.

 

02. (Unifesp) Sobre a clonagem de seres e a criação de organismos geneticamente modificados (transgênicos), considere as quatro afirmações seguintes.

I. A clonagem de organismos tem se voltado mais para os animais porque, com relação às plantas, ela já é conhecida e utilizada há certo tempo, inclusive na agricultura.
II. Tanto nos clones quanto nos transgênicos, a crítica recai sobre o fato de que não se sabe se os genes introduzidos irão se expressar exatamente como no organismo doador ou se irão ativar também alguns genes inativos do genoma do organismo receptor.
III. Ecologicamente, em uma cadeia alimentar, a existência de clones apenas aumenta o número de representantes de um determinado nível trófico. No caso dos transgênicos, pode haver também alteração de posições e de elementos na cadeia.
IV. Um grande inconveniente entre a clonagem e a produção de transgênicos é que ambas não permitem sobreposição, ou seja, não foi possível, até o momento, criar um clone transgênico.
Estão corretas:
a) I e II.
b) I e III.
c) I e IV.
d) II e III.
e) III e IV.
03. (PUC-PR) “Muito se tem falado sobre os transgênicos e praticamente todo mundo tem alguma opinião sobre o assunto. Mas, este tema não pode progredir na base do ser contra ou a favor, porque suas implicações são muito sérias. Nenhum cientista deixa de reconhecer o poder da tecnologia do DNA. O problema está em algumas de suas aplicações, implicações e incertezas. Isto envolve a natureza, a saúde humana e a economia.” (“Revista Galileu”, Nov/2003). Sobre os OGM (organismos geneticamente modificados), é correto afirmar:
a) OGM são produtos obtidos pela transferência de gene entre espécies similares ou diferentes, podendo misturar o DNA de microorganismos, de plantas, de animais e do homem.
b) Os defensores dos OGM enumeram a capacidade de aumento da produtividade agrícola, redução do uso de agrotóxicos, tornar os alimentos mais nutritivos e saudáveis e criar novos tipos de terapias e medicamentos, favorecendo toda população mundial.
c) A bactéria ‘Bacillus thuringiensis’ (Bt) é um agente de controle biológico encontrado no solo, que produz uma toxina contra lagartas. A transferência do gene Bt para as variedades de milho, algodão, fumo, batata e soja, as torna resistentes a certos tipos de insetos, além de mais nutritivos.
d) Vários tipos de alimentos, como grãos, leite e ovos, além de servirem para a alimentação, podem ser usados para produzir remédios, produtos químicos, plásticos e combustíveis, oportunizando melhores condições ambientais e sociais, regulamentados pelas normas de biossegurança.
e) A poluição genética, a perda de biodiversidade, o surgimento de ervas daninhas resistentes a herbicidas, o aumento do uso de agrotóxicos e a perda da fertilidade natural do solo, são os principais riscos ambientais, porém o uso dos OGM tornaria os pequenos agricultores independentes em relação às empresas fornecedoras de sementes.
04. (ENEM) Um instituto de pesquisa norte-americano divulgou recentemente ter criado uma “célula sintética” , uma bactéria chamada de Mycoplasma mycoides. Os pesquisadores montaram uma sequência de nucleotídeos, que formam o único cromossomo dessa bactéria, o qual foi introduzido em outra espécie de bactéria, a Mycoplasma capricolum. Após a introdução, o cromossomo da M. capricolum foi neutralizado e o cromossomo artificial da M. mycoides começou a gerenciar a célula, produzindo suas proteínas.
GILBSON et al. Creation of a Bacterial Cell Controlled by a Chemically synthesized Genome. Science. V.329, 2010 (adaptado).
A importância dessa inovação tecnológica para a comunidade científica se deve à:
a) possibilidade de sequenciar os genomas de bactérias para serem usados como receptoras de cromossomos artificiais.
b) capacidade de criação, pela ciência, de novas formas de vida, utilizando substâncias como carboidratos e lipídeos.
c) possibilidade de produção em massa da bactéria Mycoplasma capricolum para usa distribuição em ambientes naturais.
d) possibilidade de programar geneticamente microrganismos ou seres mais complexos para produzir medicamentos, vacinas ou combustíveis.
e) capacidade da bactéria Mycoplasma capricolum de expressar suas proteínas na bactéria sintética e estas serem usadas na indústria.
05. (UEL) A biotecnologia tornou possível a transferência de material genético entre os mais diversos organismos. Os conhecimentos da área são aplicados com sucesso na produção industrial da insulina e do hormônio de crescimento, que são administrados a pacientes de todo o planeta. Sobre a produção de organismos geneticamente modificados, é correto afirmar:
a) Fragmentos de DNA exógeno são inseridos no genoma de células hospedeiras por meio de plasmídeos.
b) O genoma exógeno é inserido no núcleo hospedeiro por meio de vetores protéicos conhecidos como plasmídeos.
c) O DNA gênico endógeno é inserido no núcleo de células hospedeiras por meio de plastídeos funcionais.
d) O DNA endógeno é transferido para genomas hospedeiros por meio de plasmídeos mitocondriais.
e) Fragmentos de genes exógenos são inseridos no genoma das células hospedeiras por meio de plastídeos nucleares.
06. (ENEM) A estratégia de obtenção de plantas transgênicas pela inserção de transgenes em cloroplastos, em substituição à metodologia clássica de inserção do transgene no núcleo da célula hospedeira, resultou no aumento quantitativo da produção de proteínas recombinantes com diversas finalidades biotecnológicas. O mesmo tipo de estratégia poderia ser utilizada para produzir proteínas recombinantes em células de organismos eucarióticos não fotossintetizantes, como as leveduras, que são usadas para produção comercial de várias proteínas recombinantes e que podem ser cultivadas em grandes fermentadores.
Considerando a estratégia metodológica descrita, qual organela celular poderia ser utilizada para inserção de transgenes em leveduras?
a) Lisossomo.
b) Mitocôndria.
c) Peroxissomo.
d) Complexo golgiense.
e) Retículo endoplasmático.
07. (ENEM) A Embrapa possui uma linhagem de soja transgênica resistente ao herbicida IMAZAPIR. A planta está passando por testes de segurança nutricional e ambiental, processo que exige cerca de três anos. Uma linhagem de soja transgênica requer a produção inicial de 200 plantas resistentes ao herbicida e destas são selecionadas as dez mais “estáveis”, com maior capacidade de gerar descendentes também resistentes. Esses descendentes são submetidos a doses de herbicida três vezes superiores às aplicadas nas lavouras convencionais. Em seguida, as cinco melhores são separadas e apenas uma delas é levada a testes de segurança. Os riscos ambientais da soja transgênica são pequenos, já que ela não tem possibilidade de cruzamento com outras plantas e o perigo de polinização cruzada com outro tipo de soja é de apenas 1%. A soja transgênica, segundo o texto, apresenta baixo risco ambiental porque
a) a resistência ao herbicida não é estável e assim não passa para as plantas-filhas.
b) as doses de herbicida aplicadas nas plantas são 3 vezes superiores às usuais.
c) a capacidade da linhagem de cruzar com espécies selvagens é inexistente.
d) a linhagem passou por testes nutricionais e após três anos foi aprovada.
e) a linhagem obtida foi testada rigorosamente em relação a sua segurança.
08. (PUC-SP) Recentemente, foram constatados casos de transporte de pólen de espécies de canola transgênica para plantas silvestres (ervas daninhas). Estas passaram a apresentar a característica da canola transgênica, ou seja, alto poder de resistência a herbicidas. Sobre esse fato, é INCORRETO afirmar que
a) as espécies de canola são transgênicas, pois expressam genes que incorporaram de outras espécies.
b) o pólen da canola transgênica transportou material genético para plantas silvestres.
c) as espécies silvestres incorporaram e expressaram material genético da canola transgênica.
d) o RNA da canola transgênica foi transferido e incorporado ao genoma das ervas daninhas, tornando-as resistentes a agentes químicos.
e) as ervas daninhas passaram a produzir proteínas da canola transgênica.
09. (ENEM) Em um laboratório de genética experimental, observou-se que determinada bactéria continha um gene que conferia resistência a pragas específicas de plantas. Em vista disso, os pesquisadores procederam de acordo com a figura.

Do ponto de vista biotecnológico, como a planta representada na figura é classificada?
a) Clone.
b) Híbrida.
c) Mutante.
d) Adaptada.
e) Transgênica.
10. (PUC-PR) O primeiro organismo transgênico foi obtido por volta de 1981, quando genes de coelhos foram injetados em ovos de camundongos que se desenvolveram no útero de fêmeas dessa espécie. Os camundongos que nascidos desses ovos apresentaram hemoglobina de coelho em suas hemácias, porque:
a) RNA mensageiro do coelho injetado no ovo passou a conduzir a síntese de proteínas nessa célula.
b) DNA do coelho injetado no ovo se incorporou a um cromossomo e foi transmitido de célula a célula através de mitoses.
c) DNA do coelho injetado no ovo foi transcrito para o RNA ribossômico que conduziu a síntese de proteínas nessa célula.
d) RNA mensageiro do coelho injetado no ovo se incorporou a um cromossomo e foi transmitido de célula a célula através de mitoses.
e) DNA do coelho injetado no ovo se incorporou a um cromossomo e passou a conduzir a síntese de proteínas nessa célula.
11. (UFRS) Pedro estava doente e perdeu uma semana de aulas. Preocupado com os conteúdos da disciplina de Biologia, soube pelos colegas que o assunto trabalhado fora Biotecnologia. Cada colega lembrou um aspecto das aulas.
– EDUARDO lembrou que a identidade genética individual pode ser estabelecida pela técnica DNA ‘fingerprint’, ou impressão digital genética, que utiliza DNA codificante.
– De acordo com MARIANA, as enzimas de restrição são aquelas que podem cortar o DNA em pontos determinados.
– Segundo LAURA, plasmídeos são utilizados como vetores para a clonagem de genes.
– RAFAEL definiu proteoma como o conjunto de proteínas expressas pelo genoma.
– JOANA relatou que vacinas genéticas são usadas para inocular nas pessoas microorganismos vivos transgênicos ou atenuados.
Ao voltar à escola, Pedro conversou com a professora e constatou que estavam corretas
a) apenas as afirmações de Eduardo, Mariana e Laura.
b) apenas as afirmações de Mariana, Laura e Rafael.
c) apenas as afirmações de Eduardo e Joana.
d) apenas as afirmações de Rafael e Joana.
e) as afirmações de todos os colegas.
12. (UFC) Um cientista americano pretende produzir em laboratório a primeira forma de vida artificial. A ideia é formar um cromossomo a partir de fragmentos de DNA coletados de diferentes espécies de bactérias. A técnica visa selecionar somente os genes necessários à sobrevivência de diferentes espécies de bactérias e encaixá-los em um só cromossomo, formando uma nova espécie desse organismo. Sobre o experimento citado no texto, é correto afirmar que:
a) a técnica utilizada pelo cientista é conhecida como clonagem de DNA e consiste na multiplicação de cópias dos plasmídeos bacterianos.
b) as enzimas de restrição são bastante empregadas nesse tipo de experimento, uma vez que são capazes de cortar o DNA em pontos específicos.
c) para unir os segmentos de DNA de diferentes bactérias em um só cromossomo, é utilizada a enzima DNA polimerase, ferramenta muito útil na engenharia genética.
d) a criação dessa nova espécie em laboratório, a partir de fragmentos de DNA, é análoga ao processo de crossing-over, que acontece naturalmente nas células eucarióticas.
e) para se obter apenas os segmentos de DNA necessários à sobrevivência de uma bactéria, é preciso excluir os segmentos de DNA não codificantes, que correspondem a 97% do genoma bacteriano.
13. (ENEM) Segundo Jeffrey M. Smith, pesquisador de um laboratório que faz análises de organismos geneticamente modificados, após a introdução da soja transgênica no Reino Unido, aumentaram em 50% os casos de alergias. “O gene que é colocado na soja cria uma proteína nova que até então não existia na alimentação humana, a qual poderia ser potencialmente alergênica”, explica o pesquisador. Correio do Estado/MS. 19 abr. 2004 (adaptado).
Considerando-se as informações do texto, os grãos transgênicos que podem causar alergias aos indivíduos que irão consumi-los são aqueles que apresentam, em sua composição, proteínas
a) que podem ser reconhecidas como antigênicas pelo sistema imunológico desses consumidores.
b) que não são reconhecidas pelos anticorpos produzidos pelo sistema imunológico desses consumidores.
c) com estrutura primária idêntica às já encontradas no sistema sanguíneo desses consumidores.
d) com sequência de aminoácidos idêntica às produzidas pelas células brancas do sistema sanguíneo desses consumidores.
e) com estrutura quaternária idêntica à dos anticorpos produzidos pelo sistema imunológico desses consumidores.
14. (UFRS) Escolha a alternativa que apresenta um exemplo de transgenia.
a) Incorporação e expressão de gene humano que codifica insulina por bactérias.
b) Desenvolvimento de um organismo completo a partir de uma célula somática.
c) Organismo que apresenta tanto estruturas reprodutoras masculinas quanto femininas.
d) Gene que sofreu mutações, originando múltiplos alelos para um mesmo locus.
e) Organismo mais vigoroso, com muitos genes em heterozigose, resultante do cruzamento de duas variedades puras distintas.
15. (UFRR) O cultivo de plantas transgênicas vem provocando um acirrado debate entre os defensores e os críticos dessa nova biotecnologia. Entre os argumentos citados a seguir, o único que pode ser apresentado como defesa desse cultivo é:
a) a uniformidade genética causada pelo cultivo de apenas um tipo de planta, por exemplo, a soja transgênica;
b) o surgimento de bactérias resistentes a antibióticos, já que, em alguns casos, é inserido no DNA da planta um gene de resistência a antibióticos usado como marcador;
c) o uso exagerado de herbicidas por parte dos agricultores em plantas modificadas para aumentar a tolerância a esses produtos;
d) o combate a deficiências nutricionais por meio de plantas mais ricas em proteínas e vitaminas;
e) a produção de alimentos ficaria sob controle de multinacionais do setor agrícola, através do fornecimento de sementes geneticamente modificadas.
16. (UFLA MG) O uso de alimentos transgênicos na alimentação humana tem sido alvo de críticas por parte de vários setores da sociedade, os quais argumentam que esses alimentos apresentam riscos potenciais à saúde, já que ainda não foram devidamente verificados. Qual das alternativas abaixo aponta uma explicação genética adequada para esse possível risco?
a) Pelo fato de ser uma mistura aleatória de DNA de organismos incompatíveis, esse alimento apresenta composições muito alteradas e baixo valor nutritivo, quando comparado com o não-transgênico.
b) Os genes exóticos inseridos artificialmente no alimento transgênico passarão a fazer parte do DNA das células do ser humano que se alimentar dele, causando sérios distúrbios de funcionamento no organismo dessa pessoa.
c) Como no alimento transgênico existe pelo menos um gene de outro organismo, esse alimento apresenta em sua composição pelo menos uma proteína diferente, não característica, que pode vir a causar reações adversas não observadas quando se ingerem alimentos não modificados.
d) Como a transgenia muda completamente a informação genética característica da espécie, o alimento fica completamente adulterado, podendo conter substâncias venenosas.
e) A inserção de RNA e proteínas nas moléculas de DNA pode levar à produção de moléculas inibidoras da expressão dos genes. Essas moléculas podem vir a atuar no organismo da pessoa que o ingerir e causar diversos tipos de disfunções.
17. (UECE) Com relação aos produtos transgênicos, é correto afirmar que:
a) São organismos que possuem parte de sua informação genética proveniente de outro ser vivo.
b) Encontram-se representados por seres vivos que durante o processo de alimentação incorporam material genético dos organismos ingeridos.
c) São produtos indicados para pessoas com excesso de peso, pois apresentam número reduzido de calorias.
d) Devem ser evitados uma vez que, por apresentarem composição química modificada, não são produtos biodegradáveis.
18. (UEM PR) Em 1994, nos Estados Unidos, iniciou-se a comercialização do tomate longa vida, o primeiro produto agrícola transgênico. Atualmente, são consumidos, na alimentação humana e de animais, cerca de 600 produtos geneticamente modificados.
O processo de produção de produtos transgênicos é possível porque
a) ocorre recombinação gênica nas espécies.
b) ocorre transferência de todos os cromossomos de uma espécie para outra.
c) ocorre transferência de partes do DNA de uma espécie para outra.
d) existem enzimas de restrição que permitem a incorporação dos genes de outras espécies.
e) hormônios induzem a troca de genes entre as bactérias e as espécies infectadas.
19. (UFTM MG) Nos vaga-lumes, uma enzima chamada luciferase catalisa uma reação de oxidação convertendo uma substância chamada luciferina em oxiluciferina. Essa reação gera luz, o que explica a bioluminescência do vaga-lume. Cientistas utilizaram a técnica do DNA recombinante para transferir o gene que codifica a enzima luciferase do vagalume para uma planta de tabaco. A planta transgênica começará a emitir luz quando
a) atingir a idade adulta e produzir a luciferina.
b) regada com uma solução de luciferase.
c) regada com uma solução de luciferina.
d) colocada em ambiente completamente escuro.
e) houver a incorporação do DNA do vaga-lume ao DNA da planta.
20. (UFSCar SP) Vegetais e animais transgênicos
a) são mutantes que têm o seu genoma alterado por processos como radiação, para desenvolvimento de características específicas.
b) passaram por processo de clonagem, onde sofrem transplante de órgãos em experiências científicas, para desenvolvimento de fenótipos específicos.
c) têm o seu fenótipo alterado mediante ação de mecanismos físicos ou biológicos, mas não passam as alterações sofridas às gerações seguintes.
d) são seres modificados por biotecnologia aplicável, que consiste na inserção de genes provenientes de outros organismos ao genoma que se deseja modificar.
e) tiveram o seu DNA alterado por variações climáticas, que provocaram a deleção de genes, o que ocasionou modificações nos fenótipos.
_________________________________________________________________________________________

 GABARITO DO SIMULADO SOBRE TRANSGÊNICOS

01020304050607080910
EBADABCDEB
11121314151617181920
BBAADCACCD
Este artigo te ajudou? Esperamos que sim! Compartilhe isso para o mundo: Obrigada! 😘

Deixe um comentário